Relatos de uma vida bandida

Noite

Posted on: 4 de agosto de 2010

A noite foi feita para o luar assim como o amor para a vida.

A noite fria lembra a solidão.
Meu corpo se aquece sozinho.
Meu pensamento vaga por lugares que desejo percorrer.

Outras mãos, outros pés, outros lábios
Outro coração. Capaz de bater no mesmo ritmo que o meu.

As noites não são propícias para o encontro.
Mas como saber se essa é uma verdade absoluta

Te encontro, te beijo, te espero.
De noite, de dia
Não importa.

A noite apenas espero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Antigas

Siga-me

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

%d blogueiros gostam disto: